quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Arnaud Rodrigues (1942-2010)

Curioso como a maioria das notícias sobre Arnaud Rodrigues deixa de lado o legado dele como cantor e compositor, que é brilhante.

Arnaud é referência pra mim desde que Victor gravou pra mim uma fitinha do primeiro disco do Baiano e os Novos Caetanos. Ele tinha um lirismo diferente, bem humorado, sacadas muito originais. Como letrista, ele se garantia em deixar tudo tinindo, se encaixando com precisão, ecoando rima atrás de rima, parecia ser guiado pela beleza sonora de cada palavra, usando aliterações, ao mesmo tempo que preservava o sentido das frases.

Recentemente baixei os discos "Sound Y Pila" e "Tilim", mas o meu preferido dele é mesmo "O som do Paulinho", além do trabalho com Chico Anysio no Baiano e os Novos Caetanos!

http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,arnaud-rodrigues-morre-em-naufragio-no-tocantins,512111,0.htm


E aqui uma bela entrevista pelo Jarmeson do Coquetel Molotov.
http://www.coquetelmolotov.com.br/pt/entrevistas.php?cod=178


vou bate pa tu
http://www.youtube.com/watch?v=H6_1cIFMfPs

http://www.youtube.com/watch?v=H6_1cIFMfPs

Do trabalho "solo" dele, o sensacional "O som do Paulinho".

http://www.youtube.com/watch?v=yjffssQTl28

http://www.youtube.com/watch?v=yjffssQTl28

um trecho do programa de Chico Anisio.
Arnaud como Paulinho e Chico como Baiano.
http://www.youtube.com/watch?v=aQOfaz2L8X8

http://www.youtube.com/watch?v=aQOfaz2L8X8